Siga-me no Pinterest!

sábado, 28 de maio de 2016

Batendo um papo sobre feminismo! - PARTE 2

Se você não leu a postagem anterior, sugiro que leia para poder ficar por dentro da continuação do assunto de hoje!

Clique aqui -->    Batendo um papo sobre o feminismo! - PARTE 1

Depois de ter feito um resumão de coisas ligadas ao feminismo na postagem anterior, hoje vou falar  um pouquinho sobre o que o feminismo defende. Vou deixar algumas das preocupações do feminismo mais claras, são algumas delas: relacionamentos abusivos, machismo,  assédio, abuso sexual, maus tratos, segurança, equidade política e social, liberdade de expressão das mulheres e direitos em geral.

Muito diferente do que algumas pessoas especulam sem conhecer o movimento feminista à fundo, o feminismo não quer provar nenhum tipo de superioridade sobre os homens. O feminismo é um movimento que acredita que deve haver E-Q-U-I-D-A-D-E entre os gêneros, então antes que resolvam distorcer até mesmo o sentido dessa palavra. Equidade pode ser definida da seguinte forma:
"virtude de quem ou do que (atitude, comportamento, fato etc.) manifesta senso de justiça, imparcialidade, respeito à igualdade de direitos"

Se um homem pode andar pelas ruas sem medo de ser assediado, abusado ou algo do gênero, porque agem como se nós mulheres não tivéssemos esse mesmo direito? Se andam na rua sem ouvir cantadas nojentas, porque o fazem com a gente? Se saem para festas, bebem e se divertem, porque acham que nós temos que ficar em casa comportadinhas e perfeitas como boneca barbie?
Independente do que digam, quem escolhe o que quer ser e fazer é você, o problema nao é ser "recatada" e querer ser dona de casa, o problema é ser porque querem que você seja. Você pode ser dona de casa, professora, médica, engenheira, enfim, O QUE QUISER, desde que seja escolha sua.

Você já viu algum homem ter o seu caráter julgado pelas roupas que veste como se só se resumido à isso? Se viu me mande print para eu poder mandar para algum museu essa raridade! Já ouviu algo tipo:
"Esses homens andando sem camisa mostrando o mamilo não se dão ao respeito?? Ainda andam mostrando a marca da cueca que nem a CK é. Merecem ser estuprados mesmo, andando sem camisa porque estão pedindo!!" 
Então porque quando uma mulher sofre algum tipo de violência doméstica ainda escuta "Ela continua com o marido porque gosta de apanhar" ??
 OI?? Querido(a), quem em sã consciência gosta de levar surra?? Porque alguém acha que teria o direito de bater em outra pessoa??
Se um grupo de amigos está no cinema/restaurante/barzinho/balada e você não tem motivos pra chegar neles, porque alguém chegaria em uma moça sem ela demonstrar nenhum tipo de interesse por esse indivíduo simplesmente porque ela está sozinha??  Isso tudo se resume à uma única palavra M-A-C-H-I-S-M-O!
Sim, machismo, e ao contrário do que muitos pensam feminismo não é a "versão" feminina do machismo, como disse anteriormente, feminismo tem a ver com reivindicação de direitos que não estão sendo garantidos para nós mulheres, como segurança, igualdade salarial e direito à educação como em alguns lugares do mundo, a não culpabilização da vítima de estupro, etc.

COMO SERIA SE CANTADAS REVELASSEM A VERDADE? |by : Destruindo Relacionamentos


E como dizem por aí, "o choro é livre", até a próxima!




quinta-feira, 26 de maio de 2016

Batendo um papo sobre feminismo! - PARTE 1

Ooooi gente! Pois é, eu já estou enrolando a bastante tempo com algumas matérias aqui no blog, mas aos poucos eu vou colocando tudo em seus devidos lugares e em breve com muitas novidades e parcerias, porque novidade todo mundo gosta!
 Então vamos lá, hoje eu vou falar sobre um assunto que tem sido muito importante pra mim nos últimos tempos e com certeza vocês já ouviram e vão ouvir falar muito, o F-E-M-I-N-I-S-M-O!
"...mas Sabrina, que assunto mais clichê!"
 Pois é, mas enquanto  as "minas" não tiverem consciência de seus direitos e terem os mesmos garantidos, enquanto os "boys" não forem desconstruídos e tirados dessa visão patriarcal de que mulher "boa" é aquela que se anula perante o machismo, muito ainda vai ter que ser discutido e reivindicado.
Então como a maioria dos meus bate papos é com as minas, vamos deixar alguns pontos bem claros:

- Não é legal chamar a outra de "puta", "vadia" ou "piriguete"
   1º- Se você tem um relacionamento, a pessoa com quem você se relaciona é quem tem que estar comprometido com você, dessa forma é de responsabilidade do gato se comportar, afinal se ele queria ficar com outras que não assumisse nenhum tipo de compromisso sério, então ele que COMPORTE-SE!
 2º - Cada um tem uma personalidade diferente, um jeito de pensar e agir diferente, então se você não concorda com o jeito que uma menina se veste, pelo menos a respeite, assim como você também gosta de ser respeitada
3º - Muitas mulheres vêem umas as outras como rivais,  quando na verdade deveriam se ajudar.

SORORIDADE  -" Do ponto de vista do feminismo, a sororidade consiste no não julgamento prévio entre as próprias mulheres que, na maioria das vezes, ajudam a fortalecer estereótipos preconceituosos criados por uma sociedade machista e patriarcal."
 
-Assediar, divulgar imagens sem concessão, lesão corporal e qualquer tipo de contato físico sem permissão não podem!

1º Seu corpo é de domínio exclusivamente seu e por isso você, assim como qualquer outra pessoa tem o direito de ir e vir em segurança. Dessa forma, qualquer tipo de contato sem permissão  é considerado abuso e deve ser informado à polícia e aos orgãos cabíveis.

PL 7785/2014 Dispõe sobre a comercialização, em todo o território nacional, do produto denominado spray de pimenta, gás de pimenta ou gás OC (Oleorresina Capsicum), como equipamento não letal destinado à defesa pessoal.
Veja na íntegra  --> PROJETO DE LEI 7785/2014  

Veja também:
  Essa página do facebook é formado unicamente por um grupo de mulheres, que prestam atendimento e acolhimento ás vítimas, fazendo o encaminhamento aos devidos órgãos.


 Espero que tenham gostado desse resumão,é um assunto beeeeem extenso e por isso dividi em partes, fiquem ligadas sobre o assunto, até a próxima! 

 




 

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Talvez existam muitos textos românticos tentando dizer o que fazer e por onde ir, talvez até mesmo os procure quando tiver entediado ou eles simplesmente brotarão na sua timeline porque um amigo de um amigo leu e curtiu. Ou pode ser que comece a se perguntar que fim tiveram (ou melhor não tiveram) os relacionamentos sólidos e felizes num mundo em que ser bem sucedido e sexo sem compromisso estão em ênfase. Pra onde foram todos aqueles casais felizes com anos de relacionamento? As pessoas tem se preocupado mais em ser ao invés de sentir, vivendo de uma pseudo cordialidade impessoal, quando na verdade não expõem seu íntimo com medo de desaprovação social e vulnerabilidade emocional.
Talvez Renato Russo tivesse certo, "Digam o que disserem. O mal do século é a solidão" e assim, mesmo cercados de gente a todo instante, somos apenas um aglomerado de almas solitárias da mesma forma que viemos ao mundo, procurando incessantemente alguém que não tenha medo de doar um pouquinho de algo muito importante e em falta, o amor.
Dessa forma, casais são feitos e desfeitos, como quem brinca de lego, desfazendo o que foi construido sem consultar quem estava participando da brincadeira, simplesmente por querer suas peças de volta pra fazer algo diferente. Estamos na época de amores descartáveis, esperanças ruídas e sentimentalismo nulo. Talvez sejamos apenas crianças mimadas brincando de cabo de guerra.


"Feliz é a inocente vestal
Esquecendo-se do mundo e sendo por ele esquecida
Brilho eterno de uma mente sem lembranças
Toda prece é ouvida, toda graça se alcança". Alexander Pope


Assista: Brilho eterno de uma mente sem lembranças




quinta-feira, 12 de maio de 2016

Aí você acorda, olha o tempo, se olha no espelho com aquela cara de quem só queria mais uns minutinhos de sono,mas enfim se arruma. Faz tudo que tem que fazer,mesmo reclamando, porque sabe que a vida não vai afrouxar nem um pouco se você deitar e dormir. Um dia a vida passa, já não somos mais crianças, o que queremos afinal ?
Talvez o que queremos realmente não seja tão importante,mas o que precisamos vai ser sempre imprescindível diante de qualquer conquista por melhor que seja. Uns minutos de sossego, um abraço apertado de alguém distante, as risadas com os amigos, um chopp descontraído no fim de semana, aquela reunião de família no almoço de domingo ou até mesmo ler um livro.
Somos a geração que abriu mão de algumas coisas básicas e mesmo assim importantes, pra ser tudo o que a geração anterior não pode ser e por pressão social de ter que ser alguém na vida, sempre em busca de algo mais, a melhor universidade, o melhor curso, o melhor emprego... Será que somos os melhores pra nós mesmos? Uma geração recém saída do ninho que quer correr antes de aprender a engatinhar, que quer tudo, quer o mundo e tudo isso antes dos vinte e tantos anos.
Talvez a pergunta a ser respondida seja: " O que te faz feliz?" em vez de "O que eu quero ser?"
Somos da geração de amizades virtuais, amores descartáveis, que quer a todo custo estar entre os melhores sempre, que desaprendeu a ser feliz de forma natural, mas pior do que não ver o outro, é não ver a si mesmo!